Transporte “mais seguro” conforme Serra – PSDB

16/05/2012 11h39 – Atualizado em 16/05/2012 15h19

Colisão entre trens do Metrô de SP deixa mais de 30 feridos
Suspeita é de falha no sistema de automação das composições.

ACIDENTE ACONTECEU NA ZONA LESTE DA CAPITAL PAULISTA.

Trinta e três pessoas ficaram feridas no acidente entre dois trens da Linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo, de acordo com o Corpo de Bombeiros. A colisão ocorreu por volta 9h50 desta quarta-feira (16) e o resgate foi encerrado por volta das 11h30. Duas pessoas ficaram em estado grave com hemorragias e suspeita de traumatismo craniano.

Trânsito
A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava 45 km de lentidão em São Paulo por volta das 12h35 desta quarta-feira, índice considerado acima da média. No horário, a Radial Leste estava com 3 km de filas no sentido Centro, entre os viadutos da Vila Matilde e Conselheiro Carrão.

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/05/colisao-entre-trens-do-metro-de-sp-deixa-mais-de-30-feridos.html

Cidades

SP: CPTM interrompe trecho após choque de trens

TRAJETO ENTRE JANDIRA E ITAPEVI ESTÁ SENDO REALIZADO POR MEIO DE ÔNIBUS

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) interrompeu o trecho da linha férrea entre as estações Jandira e Itapevi após o choque entre dois trens ocorrido às 21h20 desta quinta-feira em Itapevi – município localizado na região metropolitana de São Paulo.
Três pessoas ficaram feridas no acidente. De acordo com o Corpo de Bombeiros, as vítimas sofreram ferimentos leves e foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Após paralisar o segmento, a CPTM acionou o Plano de Atendimento entre Empresas em Situação de Emergência (Paese). Nesse trecho, os passageiros estão sendo transportados de ônibus.
(Com Agência Estado)
29/03/2012 10h18 – Atualizado em 29/03/2012 10h19

Usuários depredam estação da CPTM
em SP após falha, diz polícia.

Falha elétrica ainda deixa trens parados na Linha 7- Rubi.

PORTA E BILHETERIA FORAM QUEBRADOS EM FRANCISCO MORATO.

Usuários da Linha 7-Rubi da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) depredaram a estação Francisco Morato, na Grande São Paulo, após o início de uma falha que afetou a circulação de composições na linha na manhã desta quinta-feira (29), segundo informações da Polícia Militar. Segundo a corporação, uma bilheteria e uma porta foram quebradas, e pessoas tentaram atear fogo na estação. O tumulto já estava controlado às 10h.
Um defeito no sistema de alimentação elétrica dos trens fez com que a linha ficasse paralisada entre as estações Pirituba e Luz nesta manhã. O problema começou por volta das 8h na linha que liga as estações Francisco Morato e Luz. Segundo a assessoria da CPTM, a circulação foi retomada parcialmente às 9h entre as estações Lapa e Barra Funda.
Além da paralisação dos trens, de Francisco Morato a Pirituba as composições seguiam com maior intervalo e tempo de percurso. Segundo a Polícia Militar, às 10h, 12 unidades estavam na Estação Francisco Morato. Apesar de o tumulto já ter sido contido no horário, os policiais trabalhavam retirando os usuários da estação, reorganizando-os em filas para facilitar a entrada.
Acidente de Trens da CPTM 12 07
A CPTM informou que equipes de manutenção estavam trabalhando no reparo do problema, e que os usuários eram orientados pelo sistema de som dos trens e estações. Não há previsão para a normalização do problema.
Atrasos
O operador de telemarketing Robson Alves de Vasconcelos saiu da Estação Francisco Morato, na Linha 7-Rubi da CPTM, para trabalhar na região da Estação Santana, da Linha 1-Azul do Metrô. Por volta das 9h, horário em que já devia estar trabalhando, ele estava na Estação Barra Funda. Ele conseguiu pegar uma folha impressa entregue pela CPTM com uma justificativa que explica o problema ocorrido nesta manhã. Vasconcelos pretendia apresentar o comunicado ao chefe no trabalho para justificar o atraso. “Eles não vão abonar o meu atraso, mas serve como justificativa”, disse.
Acidente de trem deixa 14 feridos em São Paulo
Já a entregadora de jornal Luzinete Francisca da Silva, de 65 anos, disse que o trem em que estava ficou muito tempo parado em Pirituba. “Falavam que era trem na frente. Depois disseram que era problema de energia”, comentou. A composição voltou a andar, mas parou novamente em Piqueri. Ela saiu de Francisco Morato e seguia até a Estação Imperatriz Leopoldina, na Linha 8-Diamante da CPTM.
Às 9h35, um trem se encontrava parado há pela menos 30 minutos na plataforma na Estação Barra Funda, no sentido Francisco Morato. A plataforma não estava cheia, mas a composição estava lotada.
Outros problemas
No dia 14 de março um defeito no sistema elétrico fez os trens operarem com velocidade reduzida na Linha 9-Esmeralda da CPTM. Os trens precisaram circular por uma única via entre as estações Granja Julieta e Santo Amaro. Por causa do problema, a Linha 5-Lilás do Metrô, integrada com a CPTM, também operou com menor velocidade. Segundo a CPTM, a falha desta quarta afetou cerca de 30 mil usuários.

Colisão entre trens do Metrô de SP deixa mais de 30 feridos
No último domingo (25), a linha ficou fechada para que obras fossem feitas na via. De acordo com a companhia, as obras foram feitas nos sistemas de rede aérea, sinalização e via permanente, com o objetivo de “aumentar a confiabilidade dos sistemas e equipamentos”.
A linha será fechada novamente nos domingos dos dias 1°, 8 e 15 de abril. No total, serão investidos R$ 307 milhões nas obras na via. Nos domingos dos dias 22 e 29 de abril e 6, 13 e 20 de maio, a circulação na via será feita apenas entre as estações Osasco e Pinheiros.

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/03/usuarios-depredam-estacao-da-cptm-em-sp-apos-falha-diz-policia.html

publicado em 15/02/2012 às 12h33: 

Batida entre trens deixa mais de 30 feridos na zona norte

Circulação foi normalizada às 11h20 desta quarta-feira, segundo CPTM
Do R7, com Agência Record
Subiu para 32 o número de pessoas que ficaram feridas em choque entre um trem da CPTM (Companhia de Trens Metropolitanos) e uma locomotiva de manutenção da própria companhia por volta das 9h10 na estação Vila Clarice, da linha 7-Rubi, zona oeste de São Paulo, próximo à avenida Maria José de Vasconcelos, 100, na manhã desta quarta-feira (15).
De acordo com a assessoria de imprensa da CPTM, o trem estava parado na estação sentido Luz quando foi atingido. Após o choque, os passageiros foram desembarcados e seguiram viagem em outras composições.
Trens do Metrô colidem e mais de 30 se ferem
Segundo um dos passageiros que estavam dentro do trem, o trem atingiu de frente a composição e um forte impacto fez com que várias pessoas caíssem no chão. Pelo menos 11 unidades de resgate, com cerca de 40 homens do Corpo de Bombeiros, além de policiais militares e socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram deslocados para a ocorrência.

As vítimas foram levadas aos hospitais Pirituba, Freguesia do Ó e Mandaqui, com ferimentos leves.

De acordo com a CPTM, por volta das 11h20, foi normalizada a circulação de trens.

Histórico

Em janeiro deste ano, quatro pessoas ficaram feridas após choque de trens entre a estação Itapevi e Engenheiro Cardoso, na linha 8 – Diamante. Em dezembro do ano passado, dois funcionários da CPTM foram atropelados por um trem e morreram, próximo à estação Barueri, na região metropolitana de São Paulo. De acordo com a companhia, o acidente aconteceu quando uma composição seguia pelos trilhos da Linha 8-Diamante (Julio Prestes-Itapevi), sentido Julio Prestes, e atingiu os dois empregados.
No fim de novembro de 2011, três funcionários da companhia morreram atropelados na linha férrea, entre as estações Belém e Tatuapé da Linha 11-Coral. Assista ao vídeo:
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta