PROFESSORA DIZ SER DEMITIDA POR EXERCER A CIDADANIA! GESTÃO: PSDB!

Sebastião Torres Madeira (São Domingos do Maranhão, 29 de dezembro de 1949) é um político brasileiro filiado ao PSDB do estado do Maranhão. Atual prefeito de Imperatriz (MA). 

MA: professora diz ser demitida após divulgar fotos de escola alagada

27 de outubro de 2012  18h35  atualizado às 18h58

A professora Uiliene Araújo Santa Rosa divulgou no Facebook imagens de alunos fazendo provas usando guarda-chuvas dentro de sala de aula
Foto: Facebook/Reprodução

Uma professora do ensino municipal de Imperatriz (MA) relata em sua página no Facebook ter sido demitida após divulgar fotos que mostram estudantes tendo aulas em uma sala de aula alagada. Uiliene Araújo Santa Rosa, que lecionava no Colégio Municipalizado Guilherme Dourado, publicou na rede social, na sexta-feira, que teve seu contrato encerrado por “incontinência de conduta”.
No dia 12 de outubro, a professora publicou fotos que mostravam alunos realizando provas e usando guarda-chuvas dentro da sala de aula, e o piso do local alagado. Segundo uma publicação feita por Uiliene na quinta-feira em seu perfil no site de relacionamento, ela disse que inicialmente divulgou as imagens sem identificar a instituição de ensino, para preservar os alunos.
No entanto, no mesmo post ela afirma que “depois da denúncia varreram até em cima da escola e colocaram ‘telhas de vidro’ no local dos buracos e ainda ameaçaram os alunos que compartilharam com expulsão da escola”. Também conta a que a diretora do colégio, Ivone Carvalho Milhomem, a afastou do cargo, a colocando à disposição da secretaria de Educação do município, que então teria feito a recisão de contrato.
Neste sábado, Uiliene publicou no Facebook ter conhecimento de que um abaixo assinado que os alunos estavam fazendo a seu favor desapareceu antes que ela pudesse ter acesso ao documento. A professora ainda diz que estudantes estão sendo pressionados, e pede que eles “não se rendam às ameaças”, pois não podem ser expulsos da escola neste caso.
Terra entrou em contato com com Uiliene e também com a Secretaria Municipal de Educação de Imperatriz, mas ainda não obteve retorno de nenhum das partes.

Fonte: http://noticias.terra.com.br/educacao/noticias/0,,OI6259857-EI8266,00-MA+professora+diz+ser+demitida+apos+divulgar+fotos+de+escola+alagada.html

Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

MÁRIO COUTO (PSDB-PA) É INVESTIGADO POR FRAUDES NA ASSEMBLEIA DO PARÁ

Mário Couto (PSDB-PA) é investigado por fraudes na Assembleia do Pará

Data de Divulgação

15.jul.2011

O escândalo

O senador Mário Couto (PSBD-PA) é alvo de um processo aberto pelo Ministério Público do Pará que investiga supostas irregularidades em licitações e pagamento de servidores da Assembleia Legislativa do Pará, noticiou o site “Congresso em Foco” em 15.jul.2011
O período investigado, de acordo com o site, vai de 2003 a 2007, quando a assembleia paraense era presidida por Mário Couto. “Segundo a denúncia [do Ministério Público], Mário compunha uma quadrilha especializada em adulterar contracheques, autorizar compras superfaturadas, fraudar licitações, utilizar laranjas em negócios escusos e compactuar com a ocorrência de funcionários fantasmas no Legislativo paraense”, publicou “Congresso em Foco”.
Outro lado
O “Congresso em Foco” escreveu que “procurou, por e-mail e telefone, ouvir as explicações de Mário Couto, mas não obteve retorno”. A assessoria do senador, segundo o site, informou que ele estaria afastado do Senado na semana pré-recesso, em viagem, mas que tentaria localizá-lo.
Antes de o escândalo no Pará ser mencionado em texto do “Congresso em Foco”, Mário Couto já havia falado sobre o assunto no Senado.
Em 26.mai.2011, a “Agência Senado” publicou texto com declarações do senador tucano. A diferença de valores verificada nas folhas de pagamento, segundo Couto, seria devida a impostos incluídos nos valores líquidos pagos pelos bancos, publicou o site oficial do Senado.
“Se a folha de pagamento que vai para o banco tem um valor é porque vai com o valor líquido. A que fica na Assembleia tem os descontos dos impostos. Não poderiam ser iguais”, disse Couto.

 

O que aconteceu?

Além do processo aberto pelo Ministério público, uma comissão da Câmara dos Deputados acompanha as investigações sobre supostas irregularidades na Assembleia Legislativa do Pará na gestão de Mário Couto (PSDB-PA). A comissão é coordenada pelo deputado Cláudio Puty (PT-PA), adversário de Mário Couto.
O “Congresso em Foco” publicou declarações de Puty. Segundo o deputado, “as denúncias seguem em três linhas: fraude em folha de pagamento, com funcionários fantasmas e laranjas; fraude em licitações; e sonegação e evasão fiscal, uma vez que, com a fraude na folha, a consequência é o não pagamento de tributos”.
Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

MÁFIA DO PSDB – PRIVATARIA TUCANA ESTACIONADA! PORQUÊ?

 

PRIVATARIA TUCANA É UM ENORME EXEMPLO!
Durante o governo Fernando Henrique Cardoso presumia-se que existia um governo sem corrupção. Por que será? A resposta depois de pouco tempo já não é mais a mesma.
Pagam-se quanto for necessário para que nenhum processo se inicie, e quando não conseguem comprar a desonestidade, pedem para que os juízes coloquem em pausa e nunca julgue nenhum processo.
Segue a inútil lista de assinaturas de diversos deputados para início de CPI que nunca ocorrerá, ou caso ocorra jamais terá um julgamento, por que os PSDB é quem faz as regras.
Página 01
Página 02
PEDIDO DE CPI DA PRIVATARIA TUCANA.
Página 03
Página 04
Página 05
Dilapidação de Patrimônio Público Brasileiro!
PSDB apoiou projeto de Área de Livre Comércio das Américas(ALCA).
Graças aos professores que conscientizaram parte da população sobre o projeto fraudulento do PSDB aqui no Brasil não obteve sucesso.
Quarentena dos professores da rede estadual.
200 dias sem trabalho!
Incentivo que o PSDB proporcionou a criação de FRAUDULENTAS COOPERATIVAS DE TRABALHO, que favoreceu enriquecimento ilícito de diversos presidentes de “cooperativas” e hoje eles respondem processos na justiça, a população brasileira passou a conhecer o novo sistema de empresas no exterior que concentra altos valores chamadas de “offshore company” o cofre privado do PSDB. 

Marcio Cecchettini e Marcelo da Silva Cypriano – Eleitos em 2004 – PSDB
Marcio Cecchettini e Marcelo Cypriano

Foi eleito prefeito de Franco da Rocha pelo PSDB, em 1 de Outubro de 2004 com 22.398 votos, tendo como candidato a vice-prefeito, o cooperativista Marcelo Cypriano, derrotando cinco adversários obtendo vantagem de quase 10 mil votos sobre o segundo colocado.

Marcelo Cypriano e Marcio Cecchettini

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Marcio_Cecchettini

Redução de 67% de patrimônio em 4 anos! 
Marcelo Cypriano em 2008.
R$ 1.100.000,00
Marcelo Cypriano 2008
Marcelo Cypriano em 2012.
R$ 360.000,00
Marcelo Cypriano
Marcelo Cypriano 2012

Fonte: TSE 2008 e 2012 CERTIDÃO POSITIVA DE DÉBITOS TRABALHISTAS Certifica-se que COOPSERV SOCIEDADE COOPERATIVA DOS PROFISSIONAIS NA AREA DA SAUDE(MATRIZ E FILIAIS), inscrito(a) no CNPJ sob o nº 01.062.990/0001-55CONSTA do Banco Nacional de Devedores Trabalhistas em face do inadimplemento de obrigações estabelecidas no(s) processo(s) abaixo:Total de processos: 55. Certifica-se que NOVACOOP SOCIEDADE COOPERATIVA DE TRABALHO E PRESTACAO DE SERVICOS (MATRIZ E FILIAIS), inscrito(a) no CNPJ sob o nº 02.993.259/0001-06,CONSTA do Banco Nacional de Devedores Trabalhistas em face do inadimplemento de obrigações estabelecidas no(s) processo(s) abaixo: Total de processos: 18.
Entenda o motivo em que nestas eleições municipal de 2012 ele (Marcelo Cypriano) antes PSDB, agora vinculado ao PPS apoiou o PT. Suspeita-se que o incentivo foi a aprovação da Lei nº 12.690/12 em breve resumo, trata-se de uma fraude para não cumprimento da CLT e, favorecimento de outra cooperativa fraudulenta. Certifica-se que COOPERATIVA HABITACIONAL DOS BANCARIOS DE SAO PAULO (MATRIZ E FILIAIS), inscrito(a) no CNPJ sob o nº 01.395.962/0001-50CONSTA do Banco Nacional de Devedores Trabalhistas em face do inadimplemento de obrigações estabelecidas no(s) processo(s) abaixo: Total de processos: 46.
Marcelo da Silva Cypriano – Eleito vice prefeito pelo PSDB em 2004, agora vinculado ao PPS partido de coligação com PSDB resolveu apoiar o PT em 2012. Estranho não é mesmo?
Certifica-se que MARCELO DA SILVA CYPRIANO, inscrito(a) no CPF sob o nº 113.504.918-10, CONSTA do Banco Nacional de Devedores Trabalhistas em face do inadimplemento de obrigações estabelecidas no(s) processo(s) abaixo: Total de processos: 4.

Fonte: http://www.tst.jus.br/certidao

São Paulo, domingo, 07 de abril de 2002 
TRABALHO
Empresas são atraídas pela vantagem de contratar serviços por tempo determinado sem arcar com custos da CLT
Cooperativa tira espaço de terceirizada
Trabalhadores da Serco Cooperativa, em Jacareí, fundada em 95 por 20 ex-funcionários da Embraer

DA REPORTAGEM LOCAL

As cooperativas estão se tornando as grandes concorrentes das empresas que fazem serviço de terceirização -isto é, que prestam serviços a outras empresas. É que as cooperativas custam menos para quem contrata seus serviços, pois elas têm, por lei, tratamento diferenciado -ou benefícios fiscais- na comparação com uma empresa mercantil.
As cooperativas estão nos mais diversos ramos. A Serco Cooperativa de Serviços e Engenharia, por exemplo, fundada em 95 por 20 ex-funcionários da Embraer, reúne atualmente 920 cooperados, todos praticamente dedicados a serviços no setor aeronáutico. A Embraer e seus parceiros são os principais clientes.
Os 35 profissionais que estão prestando atualmente serviços à Embraer -nas áreas de engenharia, desenhos e projetos- recebem uma remuneração bruta mensal de cerca de R$ 1.500.
Mário Antônio da Silva Waltrick, diretor-presidente da Serco, diz que a própria Embraer procurou pelos serviços da cooperativa. “A empresa entende que essa é uma forma moderna de terceirização, já que a cooperativa não vende mão-de-obra, mas o serviço, a capacidade do profissional de trabalhar”, afirma.
A vantagem para a empresa, diz, é que ela contrata um serviço pelo período que necessita e não precisa arcar, portanto, com os custos de uma contratação por meio da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).
“O cooperado não tem a segurança de um trabalhador com carteira assinada, mas tem liberdade, pois é um autônomo. E, se negociar, pode tirar até 30 dias corridos de descanso, além de incluir as férias na remuneração.”
Na área da saúde, a Coopserv, criada há seis anos por um grupo de profissionais sem trabalho, começou com cinco contratos e faturamento de R$ 200 mil por mês. Hoje, a cooperativa tem entre os seus 150 clientes o hospital Albert Einstein, conta com 3.700 cooperados e, por mês, fatura R$ 2 milhões. No ano passado, segundo Marcelo Cypriano, diretor-presidente da cooperativa, o faturamento foi de R$ 25 milhões.
“No Einstein, nossos cooperados substituem profissionais afastados do trabalho temporariamente, como no caso de licença-maternidade, por exemplo”, afirma. A Coopserv mantém um escritório dentro do hospital, com uma cooperada.
“O cooperado não é nosso funcionário. Também não está subordinado ao hospital. Seu serviço é eventual”, diz Mário Angelino Filho, diretor de recursos humanos do hospital.
Rendimentos maiores
No ramo de tecnologia, a CTI (Cooperativa de Trabalho em Tecnologia da Informação) cresceu de 200 cooperados em 98, quando foi criada, para 3.800 associados em 2002. “Os profissionais cooperados recebem entre 30% e 40% a mais do que o mercado paga. Um consultor de tecnologia cooperado recebe R$ 4.350, enquanto no mercado, pela CLT, receberia R$ 3.047″, diz Marta Reis, presidente da cooperativa. (FF e CR)
São Paulo, domingo, 29 de fevereiro de 2004 
CASO CC5
Com ajuda de banqueiros, nomes e documentos de centenas de pessoas eram compartilhados para remessa ilegal de dinheiro
Doleiros criam cooperativa de laranjas no país
RUBENS VALENTE LILIAN CHRISTOFOLETTI DA REPORTAGEM LOCAL
Estudo da Receita Federal sobre operações ilegais de envio de dinheiro para o exterior por meio das contas CC5, registradas entre 1996 e 2002, revelaram a existência de uma “cooperativa de laranjas” na qual nomes e documentos de centenas de pessoas eram compartilhados por doleiros de diferentes Estados do país.
No disquete da Receita, com o registro de 412.705 operações de entrada e saída de dinheiro (totalizando R$ 500,1 bilhões), está a costureira Elvira Werle, 66, analfabeta e moradora de uma área doada pela Prefeitura de Foz do Iguaçu. Em dois meses, ela remeteu para fora do país cerca de R$ 18 milhões. ”Nem entendo o que você diz. Por mês, vivo com R$ 240 de pensão e R$ 100 de costura”, afirmou Elvira à Folha.
A dinâmica da “cooperativa de laranjas” foi detalhada a procuradores do Paraná por uma pessoa que fazia parte do esquema. O depoimento é mantido sob sigilo.
Segundo a apuração, doleiros, com a cumplicidade de donos de bancos, abriram contas no Brasil em nome de laranjas. Essas contas eram usadas no máximo por dois meses para não despertar a desconfiança de autoridades brasileiras, já que operações eram registradas no BC (Banco Central).
As quantias milionárias que saíram do Brasil abasteceram contas bancárias em nome de casas de câmbio em Ciudad del Este (Paraguai), Montevidéu (Uruguai) ou foram para contas de beneficiários nos Estados Unidos.
Enquanto os dados do laranja estavam “ativos”, ou seja, não tinham sido rastreados pela polícia ou pela Receita, eram compartilhados por “doleiros amigos” do Paraná, do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Minas Gerais.
Levantamento da Folha com os 105 maiores laranjas mostra que foram enviados para fora do país cerca de R$ 4 bilhões. Ainda não há um dado preciso sobre o número de laranjas e o volume movimentado por eles.
“Os doleiros trabalhavam, e alguns devem trabalhar ainda, em sistema colegiado. Eles faziam operações recíprocas e, nessas operações, indicavam laranjas que poderiam ser usados naquele momento”, afirmou o procurador da República Vladimir Aras, que compõe a força-tarefa.
Segundo Aras, a “cooperativa” funcionava com uma administração “underground [subterrânea], em que os depositantes eram indicados por vários doleiros a utilizar as laranjas ativas”.
O foco do trabalho, segundo Aras, não são os laranjas. “É identificar remetentes, depositantes, beneficiários no exterior e pessoas de instituições financeiras que montaram o esquema de lavagem e de transição de dinheiro.”
Por enquanto, 321 pessoas foram denunciadas (acusadas judicialmente), entre laranjas que sabiam do esquema, doleiros e agentes financeiros. Das 56 prisões pedidas, 20 foram cumpridas. Os demais estão foragidos.
O fato de o governo brasileiro depender da cooperação de outros países para rastrear o caminho do dinheiro dificulta a investigação. Alguns paraísos fiscais não repassam informações. Procuradores dos EUA, que se dedicam a investigações similares, têm compartilhado os dados.
Mas a dificuldade de informação, às vezes, começa no Brasil. A Receita só tomou conhecimento das movimentações porque um disquete com as operações foi entregue pelo BC a pedido da CPI do Banestado, criada pelo Congresso para investigar a evasão.

 

São Paulo, quarta-feira, 24 de agosto de 2005 
Operação encontra 1.700 sem registro
DA REPORTAGEM LOCAL
Uma força-tarefa envolvendo 30 procuradores dos ministérios públicos Federal e do Trabalho e fiscais do INSS e da Delegacia Regional do Trabalho de São Paulo fez uma megaoperação de combate à fraudes trabalhistas em cooperativas de mão-de-obra.
Durante a fiscalização, batizada de “Operação Gato” (nome dos “atravessadores” de mão-de-obra no meio rural), foram identificados cerca de 1.700 trabalhadores sem registro em carteira em cinco empresas. Elas serão autuadas se não regularizem os registros.
“Pela lei, pode-se contratar os serviços de uma cooperativa. Não se pode empregar um cooperado. Uma cooperativa formada para vender mão-de-obra é fraude”, diz Luís Henrique Rafael, procurador do Trabalho de Bauru. “A fraude envolve a empresa que contrata e a cooperativa que fornece o empregado.”
Pela lei, não pode haver vínculo de emprego entre o tomador de serviço de uma cooperativa e o cooperado nem entre este e a cooperativa. Mas nas cooperativas e empresas fiscalizadas constam esses vínculos. “Se há relação de subordinação e remuneração mensal, o cooperado é, na verdade, um funcionário com direito a registro em carteira e todos os benefícios garantidos pela lei.” (CR)

 

Violação das leis que regem as cooperativas iniciam-se preliminarmente na elaboração de estatutos, veja exemplo:
LEI No 12.690, DE 19 DE JULHO DE 2012 Art. 3o A Cooperativa de Trabalho rege-se pelos seguintes princípios e valores: II – gestão democrática; IV – autonomia e independência; ESTATUTO SOCIAL DA NEOCOOP Art. 11 – A eliminação do cooperado, que será aplicada em virtude de infração da Lei ou deste Estatuto, será feita por decisão da Diretoria, órgão competente, em primeira instância interna, para deliberar sobre o fato. Fonte: http://www.neocoop.com.br/conteudo.asp?pagina=Estatuto%20/%20LEI%205764/71 MPT em São Paulo ajuíza ação contra cooperativas. 
A atuação fraudulenta de falsas cooperativas de trabalho e de empresas que se exploravam a mão de obra burlando as leis trabalhistas levaram o Ministério Público do Trabalho (MPT) a ajuizar um conjunto de Ações Civis Públicas (ACPs) com pedido de indenização por dano moral coletivo, nesta quarta-feira (24/08), na Justiça do Trabalho de São Paulo.
Oito Ações foram protocoladas e envolvem pelo menos 11 cooperativas e 22 empresas beneficiadas com os falsos cooperados, que exerciam atividade subordinada, mas não tinham as garantias trabalhistas previstas em lei. As cooperativas relacionadas são: Cooperevolution, Workcoop, Unicooper, Coopserv, Novacoopserv, Paramédica, Cooperteam, Interação, Coopercintel, Comam e um grupo de entidades lideradas pela Centralcoop. Os dirigentes dessas cooperativas foram arrolados no processo como responsáveis pelas ações fraudulentas.
As ACPs também responsabilizam as seguintes empresas que empregavam os trabalhadores alocados pelas cooperativas: Solidez Corretora de Câmbio; Três D Serviços e Participações Ltda.; CD Exportação e Distribuição; DMC Informática e All Net Comércio, Importação e Exportação Ltda.; Massima Distribuição de Produtos Alimentícios e Bebidas Lta.; Mixkit Comércio Importação e Exportação; Interclínicas Serviços Médicos e Hospitalares; Santa Amélia Saúde; Prodent Assistência Odontológica; Hospital Albert Einstein; Ideal Care Ltda.; Hospital Vera Cruz; Instituto Campinas de Diagnósticos; CLM Medicina do Trabalho e Ocupacional Ltda; API – Assistência Psiquiátrica Ltda; Hospital Diadema; Laboratório Bioquímico Jardim Paulista; Y2K Produções Cinematográficas; AVM Produção Cinematográfica; Computer Graphics; Diana Cinematográfica; e Válvulas Record Indústria e Comércio.
As Ações decorrem de vários Inquéritos e Procedimentos Investigatórios instituídos no âmbito da Procuradoria Regional do Trabalho da 2ª Região (SP). “São centenas de inquéritos e procedimentos envolvendo empresas que contratam empregados através de falsas cooperativas de trabalho, procedimento que objetiva a redução de custos e sonegação de direitos trabalhistas, previdenciários e de segurança no trabalho”, ressalta o Procurador do Trabalho Luis Henrique Rafael.
O volume de investigações na PRT paulista levou a Procuradora-Geral do Trabalho, Sandra Lia Simón, a instituir uma força-tarefa de Procuradores do Trabalho voltados a combater as cooperativas de mão de obra, cuja atuação pouco tem a ver com os verdadeiros princípios do cooperativismo.
“Os Procuradores designados para a força-tarefa têm a incumbência de dar continuidade às investigações e ajuizar as Ações Civis Públicas perante a Justiça do Trabalho, a fim de que as empresas cumpram a Legislação Trabalhista e Previdenciária e deixem de contratar empregados através dessas falsas cooperativas de trabalho“, destaca Luis Henrique Rafael.
Operação Gato – Na terça-feira (23/08), em São Paulo, uma atuação conjunta, envolvendo a força-tarefa do MPT, procuradores federais, e auditores fiscais do Trabalho e do INSS, flagrou trabalhadores atuando através de cooperativas nas empresas Impacta Tecnologia, Editora Haple (Jornal Primeira Mão), Home Doctor Care Atendimento Domiciliar e Audifar Comercial, a última funcionando em Garulhos, na Grande São Paulo.
Denominada “Operação Gato” (uma alusão aos intermediadores de mão de obra, sobretudo nos casos de trabalho escravo), a fiscalização detectou várias irregularidades trabalhistas, como a falta de registro na Carteira de Trabalho; não concessão de férias; não pagamento de 13º salário; não recolhimento de FGTS; aviso prévio, descanso semanal remunerado, entre outras.
Fonte: http://www.pgt.mpt.gov.br/noticias/2005/08/n653.html
Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

PERCENTUAL DE CANDIDATOS “SUJOS” DO PSDB!

Ao contabilizar os candidatos “ficha suja” o PSDB possui a participação de 26 concorrentes a prefeito e 2 vice-prefeito barrados pela ficha limpa, excetuando-se o DEM, que é “ente” próximo ao PSDB como a participação de 9 concorrentes a prefeitos e 2 vice-prefeito barrados pela ficha limpa.

PSDB tem o maior número de barrados pelo Ficha Limpa.

SÃO PAULO  115 candidaturas impugnadas (96 a prefeito; 19 a vice-prefeito)
Soma de 28 + 11 = 39 
Se o total de candidaturas impugnadas é 115, qual o percentual de 39 candidatos barrados pela ficha limpa?
Realizando os cálculos obtém-se o percentual de 34%.
P: Quantos partidos políticos existem no Brasil?
R: No mínimo existem pelo menos 20 partidos políticos.
Será que não há uma grande desproporção de corruptos?

Prefeito:
1. Adriano César Dias (PSDB) – Cananéia
2. Andrea Catharina Pelizari Pinto (PSDB) – Francisco Morato
3. Antônio Roque Bálsamo (PSDB) – Dumont
4. Arnoldo Luiz de Moraes (PSDB) – Itirapina
5. Artur Parada Prócida (PSDB) – Mongaguá
6. Carlos Augusto Gama (PSDB) – Igaraçu do Tietê
7. Celso Antônio Giglio (PSDB) – Osasco
8. Dejalma Zacarin (PSDB) – Cândido Rodrigues
9. Deraldo Lupiano de Assis (PSDB) – Três Fronteiras
10. Edilene Gonçalves Dias Ferreira (PSDB) – Redenção da Serra
11. Emerson Marcello Baraldi (PSDB) – Fernão
12. Jayme Leonel de Assis (PSDB) – Santa Cruz da Esperança
13. José Carlos Calza (PSDB) – Descalvado
14. Luís Otávio Conceição de Carvalho (PSDB) – Cafelândia
15. Manoel Marcos de Jesus Ferreira (PSDB) – Ilhabela
16. Marcelo de Souza Silva (PSDB) – Taciba
17. Marco Antônio Martins Bastos (PSDB) – Reginópolis
18. Maria Ivanete Hernandes Vetorasso (PSDB) – Guapiaçu
19. Mauro César Piffardini Savassa (PSDB) – Rafard
20. Nelson Celestino Teixeira (PSDB) – Borá
21. Nevio Luiz Aranha Dartora (PSDB) – Caieiras
22. Pedro Eliseu Filho (PSDB) – Araras
23. Salvador Cazuo Matsunaka (PSDB) – Lavínia
24. Valdemir Joanini (PSDB) – Nova Independência
25. Valter Luiz Martins (PSDB) – Osvaldo Cruz
26. Vlamir de Jesus Sandei (PSDB) – Tietê

Vice-prefeito:
27. Antonio Nelson Rosim (PSDB) – Boa Esperança do Sul
28. Paulo Eduardo Moreira Rodrigues da Silva (PSDB) – Campinas
Prefeito:
1. David José Martins Rodrigues (DEM) – General Salgado
2. Dermeval da Fonseca Nevoeiro Júnior (DEM) – Rio Claro
3. João Batista Alves (DEM) – Onda Verde
4. João Carlos Vitte (DEM) – Santa Gertrudes
5. Jorge Luiz Levi (DEM) – Guaraci
6. Maria das Graças Trisóglio Bis (DEM) – Alto Alegre
7. Nelson Trabuco (DEM) – Pindorama
8. Paulo Roberto do Prado (DEM) – São José do Barreiro
9. Valter Luiz Martins (DEM) – Osvaldo Cruz

Vice-prefeito:
10. Carlos Roberto Marques da Silva (DEM) – Poá
11. Vanildo Florian Naressi (DEM) – Riolândia

http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/barrados-pela-ficha-limpa-em-sao-paulo/

Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

Porque PSDB censura a internet e quer impor mordaça na população!

Projeto do Senador Eduardo Brandão Azeredo PSDB e a censura da internet desde 2006!

http://ccfrsp.blogspot.com.br/2012/07/a-mordaca-do-sen-eduardo-azeredo-psdb-mg.html

Contra o projeto de Lei OPLC 84 99

Quem é o  Senador Eduardo Brandão Azeredo PSDB?
“O tucano Eduardo Azeredo é réu no processo do mensalão mineiro”
http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/mensal%C3%A3o-mineiro-ainda-sem-data-de-julgamento

Censura de blogs e páginas de internet pelo PSDB

23/ 07/ 2012 as 2:09 pm

PSDB quer apuração de patrocínio público a  blogs políticos

Brasília – O PSDB apresenta, nesta segunda-feira (23), representação junto à Procuradoria Geral Eleitoral (PGE) solicitando investigações sobre o patrocínio de empresas públicas a sites e blogs caracterizados por elogios excessivos ao PT e ao governo federal e por ataques à oposição. Caixa Econômica Federal, Petrobras, Ministério da Saúde e outros órgãos estão entre os patrocinadores apontados pela representação produzida pelo departamento jurídico do partido. O presidente da legenda, deputado federal Sérgio Guerra (PE), afirma que a “parceria” entre estatais e blogs destinados a promover o governo e atacar a oposição é um atentado à democracia brasileira. “Esses blogs financiados com dinheiro público tornaram-se meras extensões do governo e de suas campanhas”, diz. “De certo modo, isso é coerente com o que tem sido feito no Brasil – a mistura entre o estatal e o partidário.”
A avaliação é que sites e blogs elencados no documento tornaram-se “centrais de coação e difamação das instituições democráticas” e instrumentos ilegais para propaganda eleitoral. A representação destaca que conteúdos veiculados nos sites contestam a legitimidade do Supremo Tribunal Federal (STF) para julgar os acusados pelo Mensalão. Outro ponto ressaltado é a articulação de blogueiros para apoio a candidaturas do PT antes do início do prazo legal para as campanhas eleitorais. “O financiamento público de organizações, blogs e sites cuja especialidade tem se mostrado na coação e difamação de instituições democráticas configura ato de improbidade administrativa contra os princípios da administração pública da honestidade, imparcialidade, legalidade e lealdade às instituições”, aponta.
Para o secretário-geral do PSDB, deputado federal Rodrigo de Castro (MG), a contestação à ação dos sites e blogs abastecidos com dinheiro público não pode ser confundida com um ataque à liberdade de expressão. “Cada um é livre para fazer um blog e expressar suas opiniões. O que não é aceitável é a criação de sites financiados com dinheiro público e direcionados para falar bem ou mal de determinadas pessoas. Não concordamos com verba pública sendo destinada a abastecer instrumentos de política partidária”, criticou.

Leia a representação apresentada pelo PSDB.
Fonte: http://www.psdb.org.br/psdb-quer-investigacao-de-blogs-financiados-com-dinheiro-publico/

Entenda por que PSDB defende a censura da internet e
 a imposição de mordaça na população.
Resposta: Tudo em defesa da “ética”.
Ética em que defende ex senador Demóstenes Torres e o PSDB!
“A MENTIRA É UMA INTERPRETAÇÃO DE QUEM HOUVE,
 NÃO UM ATO DO PARLAMENTAR QUE FALA!
SE UM PARLAMENTAR MENTIR É UM PROBLEMA DELE COM SUA
CONSCIÊNCIA E SUA AUDIÊNCIA, NADA DO QUE O PARLAMENTAR DIZ
NA TRIBUNA PODE SER QUEBRA DE DECORO!”
José Serra e Demóstenes Torres sempre unidos!
Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=GMeKmd1120c

Citação de Demóstenes Torres em conversa de “Cachoeira”

Gravações de diálogos entre Demóstenes e “Cachoeira”
Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=az4hsL3mLFI

Aécio Neves defendendo Demóstenes Torres

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=NpMOy011uR4

Deputado Silvio Costa expressa opinião!
O Mosqueteiro da Ética segundo Revista Veja,
escuta umas verdades !!!

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=C2UIOoB7XGs

O dia que o governador de Minas Gerais, Aécio Neves,
mandou calar a boca do jornalista Jorge Kajuru

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=NiJFv4OWSYo

Cerceamento da liberdade de expressão!
Blogosfera atacada pelos tucanos!

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=7evBQF5xx0E

Repercussão Internacional, censura da mídia – Aécio Neves PSDB!

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=GO9m29mpi30

Será que o Senador Álvaro Dias-PSDB pode comentar sobre ética?
Será que o voto dele não foi para absolvição de Demóstenes?

“O discurso que se ouvia não era prática que se verificava e isso em matéria de ética é crucial.”
Fonte: http://globotv.globo.com/rede-globo/jornal-nacional/v/demostenes-torres-tem-mandato-cassado-no-senado/2036739/
Aécio Neves apoia a censura na internet.
Apóia o projeto de Azeredo PSDB.
Repudio ao AI-5 digital!
PSDB NUNCA MAIS!!!
Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

Quando os eleitores passam a conhecer o PSDB rejeição aumentam!

Situação dos candidatos do PSDB!

MUNICÍPIO DE FRANCISCO MORATO.
ANDRÉA CATHARINA PELIZARI PINTO
Número: 45
Partido: Partido da Social Democracia Brasileira –  PSDB – (45)

Situação do Registro

3. APTO
Indeferido com recurso – Candidato julgado não regular por não atender as condições necessárias para o deferimento do registro, que interpôs recurso contra essa decisão e aguarda julgamento por instância superior
Andréia teve o pedido de registro indeferido pela Juíza Eleitoral de Francisco Morato, cuja sentença de indeferimento da candidatura foi confirmada pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo na sessão de 28 de agosto que considerou a candidata “ficha suja” em razão da desaprovação das contas pela Câmara dos Vereadores e pelo Tribunal de Contas.

MUNICÍPIO DE CAIEIRAS.

NEVIO LUIZ ARANHA DARTORA

Número: 45
Partido da Social Democracia Brasileira –  PSDB – (45)

Situação do Registro
3. APTO
Indeferido com recurso – Candidato julgado não regular por não atender as condições necessárias para o deferimento do registro, que interpôs recurso contra essa decisão e aguarda julgamento por instância superior
Omissão e mentira de Névio Dartora no blog: 

“No dia 03/agosto o Juiz Eleitoral constatando que não havia nada de errado, DEFERIU, isto é, aceitou meu pedido de registro como candidato. Os adversários que estão “desesperados” entraram com recurso em São Paulo no TRE, onde foi aceito. ” http://www.neviodartora.com.br/novo/nota-de-esclarecimento-a-populacao-caieirense/

Para um bom entendimento conforme consta no site do DIVULGA CANDIDATO 2012 a candidatura foi INDEFERIDA porém o candidato recorreu da decisão e por não haver ainda o julgamento ele está apto, diferentemente do que ele diz que foi DEFERIDO. Ainda existe a omissão na foto do blog pois excluiu-se a informação abaixo de APTO.

26/09/2012
Névio continua se complicando na Justiça Eleitoral

A Lei da Ficha Limpa continua complicando a candidatura de Névio
Ontem, 25/09, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, por unanimidade (6 x 0), rejeitou os Embargos que Nevio Dartora opôs contra a decisão do indeferimento de seu registro a candidatura de prefeito de Caieiras.Novamente, o TRE não acatou as alegações do candidato e manteve o Acórdão publicado no último dia 14/09. Como o então ex- prefeito de Caieiras teve  as contas públicas de 2008 desaprovadas pela Câmara Municipal, a corte paulista entendeu que tal fato se enquadra na Lei da Ficha limpa (64/1990), alínea “g”: “/os que tiveram suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa, e por decisão irrecorrível do órgão competente (…), para as eleições que se realizarem nos 8 anos seguintes, contados a
partir da data da decisão/ (…)”. Névio também teve o registro indeferido porque foi condenado por abuso de poder econômico e de meios de comunicação, ao pagar verba milionária   com dinheiro público para se promover e atacar os adversários. Da decisão, cabe recurso ao TSE. O candidato cassado também pode apresentar substituto na chapa majoritária no prazo legal. Se houver outro recurso, este prazo pode se estender às vésperas da eleição. Caso haja insistência na candidatura, os outros candidatos concorrentes podem requerer a Justiça Eleitoral que fique claro na propaganda eleitoral do candidato  cassado que o TRE o considerou inelegível. A partir do dia 30 de setembro,  pode haver pedido contra golpe que vise enganar o eleitor quanto à participação do candidato nas eleições. A  cassação do registro ou diploma do titular, após o pleito – 07/10 -, atinge o seu vice, perdendo este, também, o eventual diploma, porquanto maculada restou a chapa. Isso com fundamento no princípio da indivisibilidade da chapa única majoritária.

Fonte: http://www.caieiraspress.com.br/noticias.php?acao=mostra&id=1614

Enfim o site do DIVULGA CANDIDATO FOI ATUALIZADO! Não sendo pessimista, mas a condenação do PSDB só chega até primeira instância. Qual o resultado das demais instância? Não existe pois engaveta-se tudo e esquece julgamento.

Como sempre faz! Apoio total aos corruptos!

Governador Alckmin apoia Pinduca 45 Prefeito



DEMOCRACIA VENCE O DITADURA DO PSDB.


Município: 64270 – FRANCISCO MORATO          Cargo: Prefeito

Candidato                                                                   Votos                Situação                              % comparec.        % válidos 
45 – ANDRÉA CATHARINA PELIZARI PINTO            14.437        Indeferido com recurso                       16,34                    37,56

Município: 64297 – FRANCO DA ROCHA            Cargo: Prefeito
Candidato                                                                Votos                     Situação                           % comparec.           % válidos 
45 – JOSE ANTONIO PARIZ JUNIOR                       30.513         Cassado com recurso                          39,86                    90,82

Município: 62812 – CAIEIRAS                              Cargo: Prefeito
Candidato                                                          Votos                     Situação                             % comparec.           % válidos 
45 – NEVIO LUIZ ARANHA DARTORA               17.766            Indeferido com recurso                     33,87                       62,47

Fonte:_http://estaticog1.globo.com/2012/10/candidatos_com_votacao_anulada_ou_registro_decisao_judicial_2012/SP.pdf


MUNICÍPIO DE FRANCO DA ROCHA.


JOSE ANTONIO PARIZ JUNIOR
Número: 45
Partido: Partido da Social Democracia Brasileira –  PSDB – (45)
Situação do Registro
3. APTO

Cassado com recurso – Candidato que teve o seu registro cassado e que interpôs recurso contra essa decisão e aguarda decisão.

Baixe o arquivo da decisão na íntegra no site ou endereço abaixo:
http://inter03.tse.jus.br/sadJudDiarioDeJusticaConsulta/diario.do?action=downloadDiario&voDiarioSearch.tribunal=SP&voDiarioSearch.id=64743

MUNICÍPIO DE FRANCO DA ROCHA.

JOSE ANTONIO PARIZ JUNIOR

Número: 45
Partido: Partido da Social Democracia Brasileira –  PSDB – (45)

Situação do Registro
APTO
(Deferido)

QUESTÃO: POR QUE ELE ESTÁ APTO?

RESPOSTA: POR QUE O PREFEITO MARCIO CECCHETTINI E SEU VICE-PREFEITO JOSÉ ANTONIO PARIZ JUNIOR ESTÃO ACIMA DA LEIS E DOS JUÍZES, SÃO INIMPUTÁVEIS.

SEGUE MATÉRIA ABAIXO DA “BOA CONDUTA” DE UM VICE-PREFEITO E AGORA CANDIDATO A PREFEITO EM FRANCO DA ROCHA.



Vice-prefeito de Franco da Rocha tem candidatura impugnada.

Márcio Cecchettini, o exemplo da “boa” gestão PSDB!

O modo de gestão em Franco da Rocha.

PSDB sempre atuando em grandes negócios!

PSDB sempre colabora com a corrupção!

MP investiga esquema de corrupção em Franco da Rocha, SP

MP investiga assassinatos políticos em Franco da Rocha

MP abre inquérito para investigar esquema de corrupção em Franco da Rocha

Gaeco investiga corrupção em Franco da Rocha, em SP

Histórico da gestão em Franco da Rocha.

Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

Corrupção da gestão PSDB está desde a sua criação!

O que o juiz de segunda instância fará? Sentará em cima do processo? 
A nova regra é NÃO CONDENAR E NEM ABSOLVER, “sentar em cima do processo” e esquecer julgamento.



25/09/2012 16h15 – Atualizado em 25/09/2012 16h16

Cassada candidatura de acusado de pedir voto em entrega de leite em SP

Candidato à sucessão de Franco da Rocha do PSDB é atual vice-prefeito.

DECISÃO É DA JUSTIÇA ELEITORAL; CABE RECURSO.

A Justiça Eleitoral cassou a candidatura do atual vice-prefeito e candidato do PSDB à sucessão na cidade de Franco da Rocha, na Grande São Paulo, José Antonio Pariz Junior, conhecido como Pinduca. Segundo a Justiça, ele é acusado de pedir votos durante a distribuição de leite de um programa do governo estadual. Cabe recurso.
G1 tentou contato com o candidato através do diretório municipal e de sua assessoria de imprensa, mas não obteve retorno.
O candidato a vereador Antônio Natal de Oliveira, que é auxiliar de serviços gerais no Complexo Hospitalar do Juquery , também teve a candidatura cassada. A decisão tomada pelo juiz Arthus Fucci Wady, foi tomada na sexta-feira (21) e divulgada nesta terça-feira (25).
Foi aplicada uma multa no valor de RS 10 mil para cada um e declarada a “inelegibilidade” dos representados para as eleições a se realizarem nos próximos oito anos.
Gravação
Além do depoimento de testemunhas, o juiz se baseou em uma gravação feita no local com os agentes públicos e entregue ao Ministério Público. Os candidatos foram distribuir leite aos moradores na associação do Jardim Cedro do Líbano, em 14 de agosto, quando Oliveira informou que o leite só seria entregue após uma palestra de Pinduca. Muitas pessoas que estavam no local, acompanhada de crianças, foram impedidas de sair do local enquanto o candidato a prefeito não chegava.
Em seu discurso, Pinduca mencionou que a administração de Marcio Cecchettini, atual prefeito, precisava continuar na gestão. As mesmas palavras foram usadas por Toninho Natal. Os candidatos usaram a palavra continuidade por diversas vezes, fizeram promessas de obras e pediram votos. “Vou contar com o voto e com a ajuda de vocês”, disse Pinduca.
Segundo juiz, os representados infringiram a norma do artigo 73, inciso IV, da Lei 9.504/97 ao fazerem propaganda em local de distribuição gratuita de bens, no caso do programa governamental “Viva Leite”, de caráter social, custeado pelo Poder Público.
“A conduta dos representados, além de ter sido extremamente constrangedora aos presentes, é vedada por lei e, além da aplicação de multa, autoriza a cassação dos seus registros”, justificou Wady.

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/eleicoes/2012/noticia/2012/09/cassada-candidatura-de-acusado-de-pedir-voto-em-entrega-de-leite-em-sp.html

 

25/09/2012
F.Rocha: Pinduca tem candidatura cassada

A Justiça Eleitoral cassou a candidatura do atual vice-prefeito e candidato do PSDB à sucessão na cidade de Franco da Rocha, na Grande São Paulo, José Antonio Pariz Junior, conhecido como Pinduca. Segundo a Justiça, ele é acusado de pedir votos durante a distribuição de leite de um programa do governo estadual. Cabe recurso. Essa parece ser a pior eleição que a região de Caieiras, F.Rocha e F.Morato já teve, agora foi a vez do Pinduca, o eleitor fica se perguntando quem será o  próximo. O candidato Kiko  que lidera pesquisa de intenção de voto na Cidade, disse que a situação não deve mudar muito, com Pinduca ou outro candidato, vamos vencer essa eleição, finalizou.
Os fatos que levaram à cassação:

Além do depoimento de testemunhas, o juiz se baseou em uma gravação feita no local com os agentes públicos e entregue ao Ministério Público. Os candidatos foram distribuir leite aos moradores na associação do Jardim Cedro do Líbano, em 14 de agosto, quando Oliveira informou que o leite só seria entregue após uma palestra de Pinduca. Muitas pessoas que estavam no local, acompanhada de crianças, foram impedidas de sair do local enquanto o candidato a prefeito não chegava.
Em seu discurso, Pinduca mencionou que a administração de Marcio Cecchettini, atual prefeito, precisava continuar na gestão. As mesmas palavras foram usadas por Toninho Natal. Os candidatos usaram a palavra continuidade por diversas vezes, fizeram promessas de obras e pediram votos. “Vou contar com o voto e com a ajuda de vocês”, disse Pinduca.
Segundo juiz, os representados infringiram a norma do artigo 73, inciso IV, da Lei 9.504/97 ao fazerem propaganda em local de distribuição gratuita de bens, no caso do programa governamental “Viva Leite”, de caráter social, custeado pelo Poder Público.
“A conduta dos representados, além de ter sido extremamente constrangedora aos presentes, é vedada por lei e, além da aplicação de multa, autoriza a cassação dos seus registros”, justificou Wady.

 

“Sempre unidos e juntos a corrupção será de maior prosperidade!”

Pinduca e Márcio Cecchettini
25.9.2012 – Vice-prefeito de Franco da Rocha tem candidatura impugnada
SÃO PAULO – A Justiça Eleitoral cassou o registro de candidatura do vice-prefeito de Franco da Rocha, na Grande São Paulo, José Antonio Pariz Junior, o Pinduca, que concorre à sucessão municipal nas eleições deste ano. Junior foi acusado pelo Ministério Público de obrigar beneficiários de um programa de distribuição de leite a ouvir uma palestra sua em que pedia votos. A assessoria do candidato afirmou que recorreu da decisão e que manterá a candidatura.
“Vou contar com o voto e com a ajuda de vocês”, disse Pinduca na palestra, de acordo com o texto da Promotoria, enviado à 192ª Zona Eleitoral. Em defesa, Pinduca afirmou que foi levado ao local – a Associação dos Moradores do Jardim Cedro do Líbano, Vila Irma e Adjacências – sem saber que o encontro antecedia a distribuição do leite. “Eu achei que era uma reunião em uma garagem, não que era do programa”, afirmou.
A sentença do juiz Arthus Fucci Wady determinou multa de R$ 10 mil ao candidato, além da ilegibilidade por oito anos. O recurso agora será julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral. Caso não consiga reverter a decisão e mantenha a candidatura, os votos recebidos serão considerados nulos. Apenas mais um candidato, Francisco Daniel Celeguim de Morais (PT), o Kiko, concorre à prefeitura de Franco da Rocha.
Na acusação, o MP escreveu que “a conduta, além de ter sido extremamente constrangedora aos presentes, é vedada por lei e, além da aplicação de multa, autoriza a cassação de seus registros”.
Depois do episódio, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, responsável pelo programa de distribuição de leite, informou que descredenciará a entidade, já que avaliou ter ela sido usada para a promoção do candidato. “A Secretaria encaminhará o caso ao Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPCC) para as providências legais”, comunicou.
Leia o original desta notícia em:
Estadão
http://estadao.br.msn.com
Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

Qualquer coisa, exceto José Serra e o PSDB!

Tudo menos José Serra e o PSDB!

Com toda certeza a Prefeitura de São Paulo seria MENOS PIOR se fosse governado pelo “demônio”, “Paulo Maluf”, “Osama Bin Laden”, “prostituta”, “Adolf Hitler”, “Daniel Dantas”, “Gilmar Mendes” etc.

 

 

E os campeões do ficha-suja são:

 

 

A rejeição a José Serra voltou a subir e agora está em 46%, ante 42% na semana anterior, índice que o mantém como o mais indicado entre os candidatos que os paulistanos não votariam de jeito nenhum.
Rejeição a Serra cresce e chega a 46%
12/9/2012 00h57 (Atualizado em 12/9/2012 10h23)
Do R7
O candidato José Serra, do PSDB, continua a ser o candidato a prefeito de São Paulo mais rejeitado pelos eleitores da capital paulista, de acordo com pesquisa do Datafolha divulgada nesta quarta-feira (12).
O índice de rejeição a Serra cresceu de 42%, na pesquisa anterior, divulgada em 5 de setembro, para 46%.
03/09/2012
PSDB está afundando na região ?
PSDB EM DESMANTELO NAS ELEIÇÕES 2012
Uma coincidência intrigante ocorre nas eleições de 2012 em relação às
candidaturas do PSDB em toda a região. Andréia Pinto (Francisco Morato), Nevio Dartora (Caieiras), Pinduca (Franco da Rocha), José Serra (São Paulo) entre outros como os de Morungaba, Itapecerica da Serra, Sabino, Suzano etc têm sérios problemas com as campanhas ou os respectivos pedidos de candidatura a prefeito. Andréia teve o pedido de registro indeferido pela Juíza Eleitoral de Francisco Morato, cuja sentença de indeferimento da candidatura foi confirmada pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo na sessão de 28 de agosto que considerou a candidata “ficha suja” em razão da desaprovação das contas pela Câmara dos Verea ores e pelo Tribunal de Contas. Névio Dártora também teve suas contas rejeitadas pela Câmara Municipal e aguarda o julgamento de seu registro pelo TRE provavelmente na próxima semana em situação análoga à do candidato e ex-prefeito Zezinho Bressane (Francisco Morato), que também já teve seu pedido indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral na sessão de 30 de agosto, porque teve suas contas rejeitadas pela Câmara de Edis. Além do julgamento no TRE, Névio Dartora também responderá na Justiça Eleitoral de Franco da Rocha mais um processo que pede a cassação de seu registro por alegado abuso de poder econômico, político e de meios de comunicação. Por sua vez, Pinduca está pendurado na corda bamba porque a Promotoria Eleitoral de Franco da Rocha pediu a cassação do registro por corrupção eleitoral. Pinduca teria sido flagrado pedindo votos em reunião de distribuição e cadastramento do programa de leite. Esse caso é muito parecido com o do ex-vereador Ítalo Augustinelli (Caieiras), que foi cassado por igual motivo.  Parece haver uma onda negativa sobre o PSDB cujas pesquisas indicam uma rejeição progressiva em alta aos tucanos, como tem mostrado as últimas sondagens do Ibope e do Datafolha na última semana em relação a José Serra, que é o candidato com maior índice de rejeição, 34% dos entrevistados não votariam de jeito nenhum nele, conforme publicado pela Folha de São Paulo. Nos próximos quinze dias, o Tribunal Regional Eleitoral julgará os casos pendentes.
Hermano Leitão-advogado

Fonte: http://www.caieiraspress.com.br/noticias.php?acao=mostra&id=1597

Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

Idoneidade de Fernando Henrique Cardosos. PSDB

FHC diz que não fará campanha para Serra, porque acha indevido

Tucano rebate declaração de Lula de que irá morder a canela dos adversários por Haddad

 

BELO HORIZONTE – O ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso disse, nesta quinta-feira, que não fará campanha para José Serra (PSDB), por não achar apropriado a um ex-presidente.   No Encontro Nacional da Indústria da Construção, em Belo Horizonte, ele respondeu à declaração do ex-presidente Lula (PT) de que “irá morder a canela dos adversários” pela eleição de Fernando Haddad (PT), em São Paulo.
– Eu não sei morder canela. Não acho que seja apropriado ao ser humano – disse. –   Eu nunca participei de campanha nenhuma desde que deixei a Presidência da República. E, quando eu era presidente, tampouco participava da campanha. Dizia em quem eu iria votar, mas não participava porque achava indevido – disse, acrescentando que não está criticando os outros.

José Serra “homem” limpo?!

O tucano também ponderou uma eventual decisão do PSDB por uma chapa “puro sangue” na corrida à Prefeitura de São Paulo.   Para ele, além de aumentar a possibilidade de vitória nas eleições, o partido, ao decidir lançar também um tucano para vice, deve levar em consideração se conseguirá governar isolado.   Questionado sobre a montagem da chapa para a Prefeitura de São Paulo, ele disse que não está acompanhando o processo, mas disse:
– Dá para governar isolado?   Eu me lembro de que quando fui candidato à Presidência, eu podia eventualmente ganhar sozinho.   Pelo Plano Real e tal… Eu não quis isso. Numa democracia, você não governa sem apoio -, ponderou, elogiando um dos nomes cotados para vice, Andrea Matarazzo.

Fontes: http://oglobo.globo.com/pais/fh-diz-que-nao-fara-campanha-para-serra-porque-acha-indevido-5343254
http://www.conversaafiada.com.br/politica/2012/06/28/fhc-abandona-cerra-na-beira-da-estrada/

REPARE QUE AGORA FERNANDO HENRIQUE MUDOU A OPINIÃO.
A PARTICIPAÇÃO DEIXOU DE SER INDEVIDA.

Ex-presidente | 10/09/2012 14:09

FHC repete Serra e usa mensalão em campanha na TV

NA PEÇA DE 15 SEGUNDOS, O EX-PRESIDENTE DIZ QUE OS PAULISTANOS DEVEM VOTAR EM “UM ADMINISTRADOR HONESTO” E INDICA QUE ESSA PESSOA SERIA JOSÉ SERRA

São Paulo – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso estreou na campanha do tucano José Serra, candidato à Prefeitura de São Paulo, abordando o julgamento do mensalão em uma inserção veiculada na TV pelo PSDB, neste fim de semana.

As declarações de FHC foram gravadas na semana passada e fazem parte de uma estratégia montada pela coordenação da campanha de Serra

Na peça de 15 segundos, o ex-presidente diz que os paulistanos devem votar em “um administrador honesto” e indica que essa pessoa seria Serra. “A Justiça está despertando o Brasil. Já condenou réus do mensalão e não poupou os poderosos. São Paulo não aceita quem é tolerante com desvios de dinheiro público. Vai votar em um administrador honesto, com história limpa. José Serra“, afirma.

Tinha algo mais hilário para dizer? José Serra honesto?

Na sexta-feira passada, foi Serra quem mencionou diretamente o caso pela primeira vez no horário eleitoral da TV.
O processo do mensalão está em julgamento no Supremo Tribunal Federal desde o início do agosto. Ex-dirigentes petistas são réus do caso. O tucano, no entanto, é apoiado pelo PR do deputado Valdemar Costa Neto, que também é acusado de envolvimento no esquema.
O candidato do PT, Fernando Haddad, voltou a criticar ontem o uso eleitoral do caso pela campanha de seu adversário. Questionado sobre as declarações do ex-presidente, afirmou que era provável que Fernando Henrique estivesse falando dobre o “mensalão do PSDB”, em referência a suposta compra de votos ocorrido durante a campanha pela reeleição do então governador de Minas, Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998.
“Deve ter sido o (mensalão) do PSDB que ele citou (na TV). Como ex-presidente, ele tem que ter uma posição republicana e ele sabe onde começou isso. Começou em Minas Gerais com o partido dele”, disse Haddad, após carreata em Parada de Taipas, zona norte da cidade.
As declarações de FHC foram gravadas na semana passada e fazem parte de uma estratégia montada pela coordenação da campanha de Serra para estancar a queda do tucano nas pesquisas de intenção de voto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: http://exame.abril.com.br/brasil/politica/noticias/fhc-repete-serra-e-usa-mensalao-em-campanha-na-tv

Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário

PDSB troca leite por voto.

ATO NO MÍNIMO VERGONHOSO! PSDB TROCA LEITE POR VOTO!
POR QUE EM FRANCO DA ROCHA O MINISTÉRIO PÚBLICO NÃO TEM FORÇA DE ATUAÇÃO?
SERÁ QUE A PROMOTORIA ESQUECEU DA IMPARCIALIDADE E INDEPENDÊNCIA?
TUDO TRANSFORMADO EM “PIZZA” É A REALIDADE EM FRANCO DA ROCHA, CIDADE DA IMPUNIDADE!
 – Por SBT Online

Candidatos trocam leite por voto em Franco da Rocha (SP)

Segundo uma denúncia do dia 14 de agosto, dois candidatos, distribuíram leite para eleitores enquanto pediam votos, em Franco da Rocha, região metropolitana de São Paulo. Matéria veiculada na quarta-feira (29) pelo jornal “SBT Brasil” mostra José Antonio Pariz Junior, o Pinduca, atual vice-prefeito e que concorre pelo PSDB, e Antônio Natal de Oliveira, candidato a vereador do PTB, supostamente liberando o leite de um programa público, após usá-lo como moeda de troca. A Justiça Eleitoral da cidade investiga o caso.
SBT Brasil

Dois candidatos distribuem leite para pedir votos em Franco da Rocha.

Segundo uma denúncia do dia 14 de agosto, dois candidatos, distribuíram leite para eleitores enquanto pediam votos, em Franco da Rocha, região metropolitana de São Paulo.
José Antonio Pariz Junior, o Pinduca, atual vice-prefeito e que concorre pelo PSDB, e Antônio Natal de Oliveira,  candidato a vereador do PTB, teriam liberado o leite que vem por um programa público, após usá-lo como moeda de troca.
O caso está sendo investigado pela Justiça Eleitoral da cidade a pedido do Ministério Público, que não se baseou apenas no que testemunhas contaram, mas na gravação que uma delas fez.
Veja o comentário de Rachel Sheherazade.
31/08/2012 – 19h18

Promotoria quer cassar candidato que pediu voto durante distribuição de leite.

DE SÃO PAULO
O Ministério Público Eleitoral pediu a cassação do registro da candidatura do atual vice-prefeito e candidato do PSDB à sucessão em Franco da Rocha (Grande SP) por ter pedido votos durante a distribuição de leite de um programa do governo estadual.
Segundo a representação encaminhada pelo órgão à Justiça Eleitoral, os beneficiários foram instados a ouvir uma “palestra” de José Antonio Pariz Junior, o Pinduca, antes de receber o leite.
“Vou contar com o voto e com a ajuda de vocês”, disse, antes de encerrar o discurso, segundo o Ministério Público.
Pinduca diz que foi levado para o local sem saber que o encontro antecedia a distribuição do leite. “Eu achei que era uma reunião em uma garagem, não que era do programa”, afirmou.
“A conduta, além de ter sido extremamente constrangedora aos presentes, é vedada por lei e, além da aplicação de multa, autoriza a cassação de seus registros”, conclui o Ministério Público. O caso é apurado pela Justiça Eleitoral.
A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, responsável pelo programa, esclarece que a entidade que foi palco do discurso de Pinduca — a Associação dos Moradores do Jardim Cedro do Líbano, Vila Irma e Adjacências — será descredenciada.
“A Secretaria encaminhará o caso ao Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPCC) para as providências legais”, diz o texto.
Para se defender, Pinduca lembrou também de reportagem da Folha desta semana, que mostrou que o secretário-geral da Presidência da República, ministro Gilberto Carvalho (PT), prometeu que o governo federal ajudará a cidade a quintuplicar seus investimentos caso o candidato petista, Kiko, seja eleito prefeito.
“Isso sim é um ato criminoso, é uma compra de voto”, afirmou.
Publicado em Uncategorized | Deixar um comentário